SAI

Porto catarinense oficializa acordo com a Argentina para redução de custos logísticos

O secretário executivo de Assuntos Internacionais (SAI), Fernando Raupp, participou, na quinta-feira (17), da assinatura do acordo de cooperação entre a Embaixada da República Argentina, o Consulado da Argentina em Florianópolis e Portonave – Terminais Portuários de Navegantes. O principal objetivo do documento é a redução dos custos logísticos de importação e exportação já a partir deste mês de fevereiro. Esse é a primeira parceria bilateral do Porto de Navegantes em âmbito internacional, uma iniciativa que potencializa os negócios internacionais e fortalece Santa Catarina no segmento portuário.

Em cerimônia virtual, o diretor-superintendente administrativo da Portonave, Osmari de Castilho Ribas, ressaltou que o Porto é atualmente uma porta de entrada fundamental para viabilizar a comercialização de produtos. “Para nós, é uma grande satisfação firmar esse acordo e estarmos disponíveis para otimizar os custos para que as transações possam crescer de forma que equilibre toda a cadeia logística.”

Já o embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, lembrou a importância da parceria com o Estado no último ano e disse ter boas expectativas para 2022. “Em 2021, o comércio entre Argentina e Santa Catarina foi de 2 bilhões de dólares. Estou convencido de que, com este acordo, os números do comércio bilateral crescerão ainda mais.”

O secretário de Assuntos Internacionais reforçou que o estado catarinense conta com uma logística pronta, com importantes portos. “Um estado que oferece todas as condições de segurança, mão de obra qualificada e organização, tendo sido considerado recentemente como o melhor do país para se investir e fazer novos negócios, conforme apontou o Ranking de Competitividade dos Municípios do CLP.”

Entre os principais produtos de exportação que passam na Portonave com destino à Argentina estão partes de acessórios do segmento automotivo, produtos químicos, além de produtos da linha branca (máquinas de lavar roupas e demais eletrodomésticos). Na importação, as principais cargas são plásticos, azeite de oliva, vinhos, entre outros.

Também participaram do evento o cônsul da Argentina em Florianópolis, Federico Eugenio Cost;, e autoridades do Ministério de Relações Exteriores, Comércio Internacional e Culto da República Argentina, da Agência Argentina de Investimentos e Comércio Internacional.

SC é líder no setor

Recentemente, a empresa de comércio exterior Tek Trade divulgou os números dos portos catarinenses, destacando um aumento de 15% nas movimentações no ano de 2021 em relação ao ano anterior. Segundo o levantamento, foram movimentados 2,570 milhões de TEUs (contêineres de 20 pés) em 2021 no Estado. Além disso, Santa Catarina é o principal destino das cargas Argentinas em contêineres, segundo o Datamar.

Conforme a Autoridade Portuária de Itajaí, o complexo portuário de Itajaí e Navegantes liderou as atividades do setor, com 1,643 milhão de TEUs, 16% mais que em 2020. A Portonave representa 1.125.611 TEUs desse número, 29% a mais que o ano anterior, o que fez a empresa conquistar o maior crescimento de sua história.

“As medidas administrativas adotadas pelo governador Carlos Moisés estão sendo determinantes para deixar o Estado cada vez mais preparado para receber novos negócios, novas empresas; e o Governo de Santa Catarina apoia iniciativas como esta, oferecendo melhores condições tributárias, dentre outros benefícios”, afirmou o secretário Fernando Raupp.

Com informações da Portonave